Vale a Pena Importar Produtos para Vender no Brasil?

0 Flares 0 Flares ×

imagem - importar vale a pena?

Quando se fala em importar produtos, logo imaginamos inúmeras vantagens em termos de preços, pois como todos já sabem, o Brasil é o país dos impostos, e portanto, pagamos mais caro em quase todas as coisas que compramos por aqui.

Por isso a opção de importar é para muitos uma saída e também uma oportunidade, pois se compararmos os valores de produtos importados com os vendidos aqui no Brasil, veremos o quão grande é a diferença entre ambos, valendo muito a pena revender estes produtos e então obter ótimos lucros!

E se você ainda tem dúvida se realmente vale a pena importar produtos, saiba que sim, vale a pena! E hoje em dia felizmente qualquer pessoa pode importar, tanto para consumo como para venda, e tudo de forma online, sem precisar sair de casa.

Veja abaixo, algumas diferenças de valores de produtos vendidos nos Estados unidos (Ebay) e no Brasil (Mercado Livre).

comprar no ebay, comprar no mercado livre, importar do ebay

Geralmente os produtos mais importados são roupas, eletrônicos e pequenos acessórios, pois são mais baratos e geram um maior retorno para aqueles que vendem aqui no Brasil. Mas existem muitas outras opções, trata-se de uma infinidade de produtos à disposição, e cabe somente a você estudar e decidir qual o melhor nicho para poder iniciar suas importações!

Espero ter ajudado com este breve artigo, caso tenha outras dúvidas é só deixar nos comentários ou me enviar por e-mail.

Caso você queira se aprofundar ainda mais no mercado da Importação e descobrir o quê os lojistas e importadores de sucesso fazem, é só Clicar Aqui e Ver o Vídeo Exclusivo que Preparei.

Abraços!

Vale a Pena Importar Produtos para Vender no Brasil?
5 (100%) 1 vote

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>